terça-feira, junho 05, 2012

Tomar- Visita à cidade



Após a recepção na Câmara Municipal de Tomar o grupo da AEDAR visitou alguns pontos de interesse da cidade. Tivemos oportunidade de conhecer a Praça da República, onde pudemos ver a estátua de D. Gualdim Pais, fundador da cidade de Tomar e à frente dos Paços do Concelho, actual sede da Câmara Municipal, pudemos visitar a Igreja de S. João Baptista, Matriz de Tomar  com decoração em estilo manuelino e gótico. No seu interior pudemos ver uma colecção de pintura quinhentista.
Erguida paredes meias com a Corredoura( tradicional rua do comércio) esta Igreja assente sobre estruturas do séc . XII, foi reformulada no séc. XVI. A fachada, ao gosto gótico flamejante, tem um portal dotado alfiz. A torre octogonal manuelina, provida de relógio, tem na base vestigíos visigóticos ( frontão funerário com 2 animais afrontados ladeando uma flor de lis e um "cachorro"com forma de leão). No interior, destaque para a obra do pintor quinhentista Gregório Lopes e para o triptico flamengo do baptismo de Cristo.





Seguimos depois para a Sinagoga de Tomar, provavelmente o mais antigo templo hebraico medieval em Portugal m, encerrado por ocasião da expulsão dos judeus do reino por D. Manuel I. Actualmente adoptou a denominação de Muiseu Hebraico Abrãao Zacuto, mas todos a conhecem como Sinagoga de Tomar. Situada na antiga judiaria de Tomar, esta Sinagoga data do séc . XV. Dos elementos tradicionais conservam-se as 4 colunas e o sistema de acústica (cântaros embutidos na parede).









Terminámos a nossa visita na Igreja de Santa Maria do Olival. Esta igreja data do séc. XIII e é um belíssimo exemplar do gótico português. Serviu de panteão aos Mestres Templários até à remodelação no ´sec. XVI que lhe acrescentou as capelas laterais. Construída sobre um mosteiro beneditino, foi panteão dos cavaleiros contendo ainda hoje a lápide  do Mestre D. Gualdim Pais. Para além dos sinais templários sobressai ainda a rosácea e a torre sineira, antiga torre de vigia romana - atalaia.