domingo, janeiro 25, 2009

Homenagem ao Dr. Fernando Amaral, socio honorário da AEDAR

O senhor Dr. Fernando Amaral morreu hoje,


dia 24 de Janeiro de 2009,
de madrugada aos 84 anos de idade.


Nascido em Lamego a 13 de Janeiro de 1925, Fernando Monteiro do Amaral exerceu funções como deputado do PPD/PSD à Assembleia Constituinte e posteriormente à Assembleia da República em cinco Governos Constitucionais. Durante o VII e VIII Governo Constitucional tutelou a pasta da Administração Interna e de ministro Adjunto do primeiro-ministro, respectivamente. Licenciado em Direito, exerceu o cargo de presidente da Assembleia da República entre 1984 e 1987, tendo sido também nomeado Conselheiro de Estado durante esse mesmo período. Entre 1988 e 1990 foi ainda deputado e vice-presidente da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa.

Fernando Amaral era Membro de Honra da AEDAR
Paz à sua alma.

sábado, janeiro 17, 2009

AEDAR visita cultural à Fundação Gulbenkian, Janeiro 2009

No âmbito do seu programa de actividades a AEDAR realizou, com um numeroso grupo dos seus associados, uma interesante vista cultural e de estudo à Fundação Calouste Gulbenkian.

Os ex deputados foram recebidos pelo Presidente da FCG, Dr. Emidio Rui Vilar (também ex-deputado) e pela administradora Dra Teresa Patrício Gouveia (também ex- deputada). De seguida, após apresentaçao pelo Presidente da AEDAR, Dr. Luis Barbosa, seguiu-se uma importante exposição do Presidente do Conselho de Administraçao da Fundação, que proporcionou um debate muito participado sobre as condiçoes do desenvolvimento em Portugal das Fundações, sua tipologia jurídica e administrativa, e enquadramento legal, especialmente no domínio fiscal.



De seguida, os membros da AEDAR, após passagem pelas instalações do Museu de Arte Moderna, foram visitar o acervo cultural de reserva da Fundação, acondicionado nos seus subterrâneos, e que estão vedados ao acesso público, onde se encontram obras de arte do maior valor, vendo-se nas fotos, pinturas de Amadeo de Souza Cardoso, peças de escultura, e outros objectos de estilos diversos.






Seguiu-se um almoço de convívio entre os numerosos participantes oferecido pelo Presidente da FCG, nos terraços do edifício principal da Fundação, com vistas para os seus jardins, para o Museu de Arte Contemporãnea e Museu da colecçao privada Calouste Gulbenkian, que foi também visitado pelos interessados, que se detiveram em diversas peças da colecção daquele mecenas, em especial na secção egípcia, nas peças Orientais e joias Lalique, e dos quadros impressionistas de Monet, entre outras peças de extraordinário interesse.